Read More
Cidades baratas (e inusitadas) para viver ao redor do mundo

Cidades baratas (e inusitadas) para viver ao redor do mundo

 

Quem não gostaria de sair do Brasil e ir viver em outro país, numa cidade organizada, onde o sistema de saúde funciona, onde as comidas não têm agrotóxicos, com segurança pública, transporte público eficiente, enfim… com uma melhor qualidade de vida.

E o melhor, não vai precisar se preocupar em falar fluentemente a língua local para conseguir um emprego, já que o seu negócio é virtual, tanto faz você viver no Brasil ou na China.

Aliás, se você sempre sonhou em fazer uma viagem no estilo mochilão e em conhecer várias cidades da Europa, de repente essa é a sua hora. Veja agora alguns exemplos de cidades baratas para se viver ao redor do mundo.

 

Bucareste, na Romênia

A cidade de Bucareste já foi conhecida como a “Paris do Leste Europeu”. Atualmente a cidade tem uma baixíssima taxa de criminalidade, amplos bulevares rodeados de palacetes, edifícios históricos e belas igrejas.

Um exemplo é a belíssima Stavropoleos. Já no centro da cidade, é possível encontrar cafés sofisticados e alguns museus interessantes.

Em comparação com a cidade de São Paulo, o custo de vida em Bucareste é 37% mais barato.

 

Cairo, no Egito

Uma cidade marcada por seus extremos contrastes, convive-se com a história viva em seus extremos. Passando pelas ruas do Cairo, é fácil perceber a disparidade social em que esse povo vive, em meio a tanta pobreza.

É possível ver luxuosos hotéis, shoppings e restaurantes, todos convivendo juntos.

A poucos quilômetros do centro encontra-se o platô de Gizé, com as grandes pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos e a grande esfinge. Outra atração imperdível da cidade é o museu, que é repleto de múmias, estatuas gigantes e os tesouros do conhecido rei Tutankhamon.

O idioma oficial é o árabe, mas aqueles que falam inglês conseguem se virar, principalmente no centro da cidade, onde sempre há muitos estrangeiros. As mulheres estão sempre cobertas de muitos véus e tecidos e, quando muito, revelam o rosto. 

Em comparação com a cidade de São Paulo, o custo de vida no Cairo é 38% mais barato.

 

Vladivostok, na Rússia

É a maior cidade portuária da Rússia no oceano Pacífico, e faz fronteira entre Rússia e China e a Coreia do Norte. A cidade tem cerca de 595 mil habitantes, e suas maiores indústrias são a da pesca e dos transportes marítimos.

A população da cidade pelo último censo é de 594.701 habitantes, compostos de etnias russas e ucranianas, na sua maioria.

De 1958 até 1991, apenas cidadãos soviéticos tinham permissão para viver em Vladivostok ou visitá-la (e mesmo assim, tinham que obter uma permissão oficial). Antes dessa cidade ser fechada, ela tinha uma grande população de origem coreana e chinesa.

Vladivostok possui uma das maiores comunidades armênia na Rússia Oriental. Há muitas padarias e restaurantes armênios na cidade. Também concentra uma comunidade relativamente grande de chechenos, azeris e tadjiques.

Em comparação com a cidade de São Paulo, o custo de vida em Vladivostok é 36% mais barato.

 

Read More
Como manter-se fiel aos seus valores

Mantenha-se fiel aos seus valores

 

Quando vai se abrir um negócio próprio, muitas questões passam pela cabeça do empreendedor. Se vai dar certo, quanto terá que gastar para abrir o negócio, aluguel do local, contratar funcionários, lucros, etc.

Outro ponto que perturba o pensamento dos futuros empreendedores é até onde ele será capaz de ir para lucrar com o seu negócio. Não é de hoje que políticos seduzem muitos comerciantes para serem laranjas em esquemas de lavagem de dinheiro usando os negócios de outras pessoas como faixada.

A troca de favores entre os dois indivíduos é paga em grandes quantias de dinheiro para ambos. E a única coisa que o empreendedor tem que fazer é fingir que não sabe de nada e se acusado, negar qualquer acusação.

Mas você, futuro empreendedor, correria esse risco? Será que vale tudo só para ganhar dinheiro?

Aos olhos de todos, pode parecer uma tentação quase impossível de se resistir, mas para quem preza seus princípios, será só mais uma prova a ser concluída.

 

Cultive seus valores desde cedo

Como manter-se fiel aos seus valores? Parece uma pergunta e uma situação complicada, mas se você acredita nos seus valores, nada é impossível.

E não só sobre negócios ou dinheiro, é preciso acreditar e seguir seus valores para todas as situações da vida, seja pessoal ou profissional.

Para manter-se fiel aos seus valores, é preciso que você tenha noção do que é e cultivar isso dentro de você desde muito cedo.

Sempre existirão momentos em nossas vidas em que teremos a oportunidade de enganar alguém para conseguirmos o que queremos. Mas se você cultiva esses valores desde cedo, nada será capaz de corromper seus valores.

Os valores devem também ser cultivados dentro de casa, pelos pais. Se você sempre teve bons exemplos dentro de casa, dificilmente você passará por cima dos seus princípios.

Claro, não é regra. Muita gente que gosta de levar vantagem em cima de outras pessoas teve bons exemplos em casa, mas, em algum momento da vida, acabaram colocando o dinheiro, a satisfação financeira, em primeiro lugar.

E, na hora de abrir um negócio e alcançar lucros, a oportunidade de passar por cima de outras pessoas para chegar ao topo, ou seja, alcançar o que se deseja – o dinheiro – não faltarão.

Então, não passar por cima de alguém ou se corromper com o dinheiro só será possível se você tiver seus valores muitos claros na sua mente e na sua personalidade.

Como dito, esses valores têm que ser cultivados desde muito cedo e de todas as formas, não somente quando se trata de dinheiro.

Pode começar em situações do cotidiano, como quando você vai comprar alguma coisa e, por engano, o caixa lhe devolve o troco errado e com um valor maior, e você se sente no dever de devolver o valor que não lhe pertence.

São essas coisas pequenas do dia-a-dia que farão diferença na hora que você se deparar com a oportunidade de ganhar muito dinheiro, mas as custas de quebrar seus valores pessoais.

Uma das suas motivações para se manter-se firme é acreditar na regra de ouro que diz: “Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam;” (Mateus 7:12)

Seja um empreendedor e uma pessoa digna, e, sem dúvida, com paciência, tempo e esforço, você e seu negócio chegarão onde deseja.

Read More
Erros no mindset que todo empreendedor iniciante comete

Erros no mindset que todo empreendedor iniciante comete

 

Ser um empreendedor não é tarefa fácil. Prova disso é o fato da maioria acabar desistindo ou indo à falência logo no primeiro ano de negócio. E o fracasso desses diversos novos empreendedores são o resultado de um conjunto de ações tomadas da maneira errada, o que é natural que aconteça por pessoas que não possuem experiência no ramo e na atividade.

E um dos erros em comum que podemos observar em praticamente todo empreendedor iniciante está já no mindset, que nada mais é do que a linha de raciocínio que rege a vida de cada pessoa.

De maneira bem resumida, o mindset é a percepção de realidade que cada um tem de si próprio, ou seja, é aquilo que pode impulsionar ou puxar para baixo os negócios não só de um empreendedor iniciante, mas também de um empreendedor experiente.

E é exatamente para que você não cometa estes erros e já comece o seu negócio na direção certa é que nós reunimos aqui os principais erros no mindset que praticamente todo empreendedor iniciante comete pelo menos uma vez.

 

Erros no mindset são mais comuns do que você imagina

Os erros no mindset de empreendedores iniciantes são inúmeros e são grande parte da razão pela qual muitos fracassam logo no primeiro ano de negócio. E é exatamente para que você evite de cometer qualquer um deles na hora de abrir o seu negócio é que nós separamos os principais cometidos aqui para você.

Entre os erros de iniciantes em comum estão as crenças limitantes. Explicando de maneira melhor, o mindset funciona da seguinte maneira, se você conhece o caminho para se tornar uma pessoa bem sucedida financeiramente, o seu cérebro acredita não só que isso é possível, mas também que você vai conseguir chegar lá.

Porém, se você não conhece o seu caminho, o seu cérebro pode acreditar que é impossível chegar até onde você deseja. Ou seja, se você tem crenças que limitam você, o seu cérebro vai limitar você, o que consequentemente vai levar você ao fracasso. Basicamente, se você quer ser um milionário, comece a pensar como um.

Outro problema bastante encontrado no mindset de empreendedores iniciantes é a baixa autoestima e a falta de confiança em si próprio. Quando nem mesmo o empreendedor confia na sua capacidade e no potencial de seu negócio, a verdade é que o mercado também não vai acreditar em nenhum dos dois.

Não importa se você está começando ou se está há décadas no ramo, desde o início trabalhe a sua autoconfiança e acredite naquilo que você faz. Pois é importante que você saiba que, antes de qualquer pessoa, você tem que acreditar no que é capaz e no potencial do seu negócio, caso contrário, ninguém mais o vai fazer por você.

Se você deseja ser um empreendedor é preciso que você entenda que você precisa ser forte e pensar como tal. Quer ser um empreendedor de sucesso? Comece a pensar como tal desde o inicio, pois a verdade é que o nosso cérebro é muito mais poderoso do que você imagina.

Read More
Viagens que todo empreendedor deve fazer uma vez na vida

Viagens que todo iEmpreendedor deve fazer uma vez na vida

 

Uma das características mais importantes de viajar é o conhecimento que se adquire. Conhecer novas culturas, novos costumes e construir relações sociais é importante para todos, e para empreendedores esse peso pode ser maior.

A procura por inovação e criatividade no mundo do empreendedorismo é incessante e respirar novos ares pode fazer bem. Conheça agora as viagens obrigatórias para você que está no mundo dos negócios e que busca por coisas novas.

 

Vale do Silício

Acredito que este lugar seja o santuário de todo empreendedor, afinal, Mark Zuckerberg das mais variadas espécies parecem pipocar por lá.

O local é recheado de startups, grandes empresas de tecnologias e investidores sedentos por achar a nova Apple. Além é claro de grandes universidades, como: Stanford, Carnegie Mellon University e a Universidade de Santa Clara.

O fato do Vale ser um tipo de Hollywood da tecnologia com certeza faz dele um dos destinos obrigatórios para todo empreendedor.

 

São Paulo

A cidade das padarias, das filas e dos pastéis de feira é com certeza um dos lugares que você precisa visitar.

Além do fato de ser o centro financeiro do país, São Paulo conta com diversos lugares destinados a pessoas que buscam inovação para o seu negócio.

O Campus São Paulo, um espaço do Google, é um desses ambientes. Podemos citar também o Youtube Space e claro que não podemos deixar de fora a BM&FBovespa, uma das bolsas mais importantes do mundo que, também, tem um espaço onde oferece cursos sobre o sistema financeiro e empreendedorismo.

 

Jerusalém

A universidade Hebraica de Jerusalém se tornou uma das referências em empreendedorismo e tem inclusive uma parceria de intercâmbio com a FGV onde promove a criatividade no setor financeiro.

Um dos fortes da capital de Israel é sua arquitetura inovadora, onde se preservou referências de suas construções clássicas, mas desfruta de traços e infraestruturas modernas.

 

Seul

A Coréia do Sul vem ganhando os noticiários nesses últimos anos pelo seu alto desempenho nos índices que medem os aspectos mais importantes dos países, como educação, qualidade de vida e etc. Esses resultados se converteram em um universo cheio de ideias modernas e é parada essencial para quem busca modernizar-se.

 

Nova Zelândia

Outro país que vem se destacando nos índices de desenvolvimentos de países desenvolvidos e, também, foi considerado um dos países mais promissores na área de tecnologia é também um dos países mais seguros do mundo.

 

Londres

Apesar das dúvidas que cercam o Reino Unido como um todo, por causa da saída do conglomerado da União Europeia, a capital inglesa pode ser considerada, ainda, um ótimo lugar para adquirir conhecimentos e novas culturas.

A grande variedades de pessoas dos mais variados lugares do mundo propiciam uma oportunidade única de conhecimentos e troca de experiência, criando assim, uma bagagem extremamente singular para quem souber aproveitar esses aspectos da capital.

Read More
DCIM109GOPRO

Esportes radicais que todo iEmpreendedor deve experimentar

 

O empreendedorismo, principalmente em tempos de crise, pode ser considerado um dos esportes mais radicais no mundo coorporativo.

Viver no limite, vencer grandes desafios, desbravar novos caminhos e romper barreiras são para os fortes.

Com isso em mente, a prática de esportes radicais tem se tornado uma valiosa válvula de escape para o stress do dia a dia.

 

Alpinismo

Esse é um dos esportes favoritos dos empreendedores, afinal o desafio de escalar uma montanha não é tarefa fácil.

Requer planejamento estratégico para definir o trajeto, perseverança para vencer os limites físicos e superar o imprevisível até chegar ao êxito de chegar no topo da montanha.

 

Paraquedismo

Outro esporte bastante praticado por empreendedores é o paraquedismo.

(Confira aqui o meu primeiro salto) Já colecionei alguns saltos pois é o meu esporte radical preferido. 

 

O desafio de vencer seus próprios medos, a sensação de estar num avião e de repente ter que pular para “viver”

É quando você se vê no limite de um caminho sem volta, mas que você tem que enfrentar.

A sensação de queda livre a princípio é aterrorizante, mas, depois, o sentimento de liberdade acaba com qualquer aflição. Daí você descobre que o caminho pode ser “torto”, mas, no fim, tudo vale a pena.

Existe vida além do lugar comum, da sua zona de conforto. Muitas vezes no mundo do empreendedorismo é preciso se jogar!

 

Mergulho

Mergulho é a prática de submergir, ou utilizando um aparato de respiração.

(Confira aqui o meu Batismo de Mergulho em Fernando de Noronha)

E no empreendedorismo enquanto não mergulhamos de cabeça, nossos planos não vão funcionar.

Quando vamos até o fundo do mar, descobrimos que ali jamais poderíamos viver sozinhos. Então levamos mais alguém. E esta pessoa, chamada de dupla, companheiro ou simplesmente amigo, passa a ser importante para nós. Porque, além de poder salvar nossa vida, passa a compartilhar tudo que vimos e sentimos. E em duplas, passamos a ter equipes, e estas passam a ser cada vez maiores e mais unidas.

Mergulhe. A recompensa esta mais no fundo.

 

Triatlo

Esse tipo de esporte requer resistência física e autocontrole. Ele ajuda o empreendedor a adquirir visão de longo prazo, a vencer objetivos e se superar a cada novo desafio.

Existem provas como a chamada Ironman, onde é preciso nadar três quilômetros, pedalar por 180 quilômetros e correr por 42 quilômetros.

Um desafio e tanto, pois de uma vez só o empreendedor terá que enfrentar um calor de 40 graus em um ambiente úmido, ventos, subidas e um mar agitado.

 

Rafting

O Rafting é a prática de descida em corredeiras em equipe utilizando botes infláveis e equipamentos de segurança. As instruções de conduta relativas à segurança são lembradas pelos demais condutores durante momentos estratégicos da descida, e seu cumprimento é fundamental para a segurança de todos.

Esportes radicais como o Rafting demandam não apenas capacidade física, mas principalmente técnica, estratégia e preparação psicológica, conhecimento acerca dos limites do corpo e da mente.

É preciso resolver a difícil equação entre conciliar limite físico e limite psicológico diante de condições extremas. Isso se aproveita no mundo corporativo como no timing da empresa para garantir a assertividade na hora de dar alguns passos em prol do desenvolvimento, saber o quanto a adrenalina motiva as pessoas à alcançarem suas metas.

 

Benefícios dos exercícios

Os exercícios, no geral, melhoraram a autoestima, tiram muitas pessoas da depressão, proporcionam aos seus praticantes a possibilidade de conhecer pessoas novas, acabam com o desgaste emocional e combatem o mau humor.

É curioso como a mente humana busca naturalmente fortalecer comportamentos que proporcionem conforto. Ninguém tem dificuldades de relaxar em um sofá ou recusar um petisco considerado gostoso, mesmo sem fome.

Muitos empreendedores enxergam nos esportes radicais o controle do stress, um sono de melhor qualidade, uma diminuição significativa na ansiedade, um aumento na produtividade e, consequentemente, mais lucros nos seus negócios.