Read More
PBN

PBN: E você, Já ouviu falar?

Quando se pensa em criar um blog, algumas vezes para escrever coisas de nosso interesse e outras voltadas ao viés de negócio, muitos encontram problemas para alavancar o que foi produzido.

Os blogs são inúmeros em toda a internet, mas estão todos eles sujeitos a não serem notados ou a entrar em esquecimento. Visando isso, os blogueiros costumam aumentar o fluxo de visitas de seus blogs produzindo conteúdo massivamente, divulgando em redes sociais e se doando por longos períodos de trabalho.

Mesmo com todos os esforços para otimizar a página e fazer do blog um sucesso, os blogs muitas vezes acabam se tornando motivos de decepção para seus idealizadores por não alcançar o resultado esperado.  Mas, existe uma maneira mais simplificada e eficiente de conseguir alavancar as visualizações de um blog.

A PBN (Private Blog Network) é uma técnica de SEO muito utilizada no mundo inteiro e com ela pode-se utilizar links para uma URL e aumentar consideravelmente a sua quantidade de visualizações. Com a PBN, os sites podem subir posições nas pesquisas feitas pelos buscadores.

Como se dá a construção de uma PBN?

A técnica é uma estratégia para fazer com que money sites ou mini sites apareçam entre as primeiras posições no Google, como já foi dito antes. Mas, como ela acontece?

As PBNs podem ser construídas usando seus próprios domínios gratuitos, os mais usados costumam ser wordpress, blogspot e tumblr. Mas, usar domínios próprios específicos não é uma opção tão eficiente de conseguir as visualizações que precisa, além do trabalho que é necessário para fazê-lo.

O ideal é que se use os domínios expirados. Esses domínios já foram muito visitados há algum tempo atrás, mas o dono daquele blog simplesmente o deixou de lado ou desistiu dele e ele acabou saindo do ar.

Logo, deve-se pesquisar uma boa quantidade desse tipo de domínio, de preferência os blogs que foram mais relevantes e receberam o maior número de visitas possível. Após a pesquisa, pode-se comprar esses domínios do Google e, assim, montar uma PBN ligando esses links populares ao blog desejado.

Por que fazer PBN?

Criar uma rede de blogs privados é extremamente útil para guinar o número de visitas do mini site. No caso de venda de produtos, por exemplos, é importante divulgar o que vende e isso está diretamente ligado aos ganhos financeiros.

O problema de criar um blog do zero e com domínio novo é que será muito complicado conseguir fazer com que o blog apareça nas boas posições do Google. Pois, as palavras-chaves vão sempre direcionar páginas com maior número de visitas e consequentemente, maior credibilidade suposta.

O que a PBN faz é induzir o Google a entender, por meio daqueles blogs que um dia foram muito visitados e que estão ligados ao blog em questão, que o seu mini site merece um lugar de destaque entre os resultados de busca.

Afinal, existem várias outras páginas, algumas bem relevantes, apontando para aquele determinado domínio.

 

Read More
Inbound Marketing

Inbound Marketing: você sabe o que é?

O mercado digital tem se tornado um ambiente cada dia mais competitivo e também com uma concorrência cada vez maior. Afinal de contas, a internet é um lugar onde qualquer um pode começar a empreender e desenvolver um negócio próprio, o que não necessariamente significa que todos eles vão ter sucesso.

E é exatamente por conta dessa competitividade alta que cada vez mais novas estratégias têm surgido como uma forma de destacar aqueles que sabem utilizá-las de maneira eficiente.

Afinal de contas, quando tem muitas pessoas fazendo a mesma coisa é preciso saber se sobressair caso se deseje ter sucesso.

Uma das estratégias que mais tem feito sucesso e que vem ganhando um espaço cada vez maior é o inbound marketing.

E é para que você saiba tudo sobre esta estratégia que tem se tornado uma verdadeira febre nos negócios digitais é que nós reunimos aqui diversas informações sobre ela.

Afinal de contas, o que é o inbound marketing?

Considerada relativamente nova, o inbound marketing é uma estratégia de marketing que tem feito cada vez mais sucesso.

Ela basicamente consiste na ideia de que não só o compartilhamento, mas também a criação de um conteúdo seja baseada não só na qualidade, mas também na distribuição para um público-alvo específico, conseguindo tudo isso por meio de técnicas usadas no marketing digital.

De maneira bem resumida, o inbound marketing consiste na utilização de praticamente todas as estratégias de marketing digital que tenham como objetivo final conquistar o interesse das pessoas no lugar de comprar as pessoas, algo que é feito no marketing comum, conhecido como outbound marketing.

Ou seja, é uma técnica completamente oposta ao marketing antigo, que buscava ir atrás dos clientes ativamente,  ou seja, empurrar diversos produtos e serviços para serem consumidos pelos clientes.

O inbound marketing, principalmente quando em comparação com o outbound marketing é dono de inúmeras vantagens. Isso porque, mais do que ser mais barato do que o marketing convencional, o inbound marketing também tem apresentado resultados muito mais expressivos do que o irmão tradicional.

Para se ter uma ideia, as técnicas de inbound marketing se apresentam com um custo cerca de 60% menor do que as técnicas de outbound marketing, que até então era a estratégia de marketing preferida não só no ambiente digital, como também fora dele.

Mais ainda, o ROI – retorno sobre investimento – médio de estratégias de inbound marketing é de 275%, um número realmente surpreendente e impressionante.

Por fim, o inbound marketing é uma técnica que se mostra de acordo com o novo perfil do consumidor, principalmente o digital. Isso porque ele trabalha para cativar o interesse do cliente por meio da qualidade daquilo que você produz, seja isso o seu conteúdo ou um determinado serviço, o que aumenta consideravelmente as chances de fidelização do cliente, um processo que tem sido cada vez mais buscado pelas empresas.

Afinal de contas, estudos já provaram que é mais lucrativo e mais barato fidelizar clientes do que sempre estar cativando novos.

Read More
GTD

GTD – A técnica de produtividade para fazer o que tem que ser feito!

A produtividade é algo que tem sido cada vez mais buscado no mundo moderno, afinal de contas, com cada vez mais coisas para serem feitas e um dia que sempre vai durar 24 horas, é primordial que cada minuto seja aproveitado, para que o dia não acabe com aquela sensação de que você poderia ter feito mais ou que não fez tudo o que precisava fazer.

E é exatamente por isso que técnicas que aumentam a produtividade diária têm sido cada vez mais procuradas, tudo para que o dia seja aproveitado em seu máximo.

Pensando nisso, nós reunimos aqui maiores informações sobre o GTD, uma técnica de produtividade que torna possível que você estabeleça as suas prioridades e torne o seu dia produtivo, tudo sem que haja aumento do estresse ou da irritabilidade.

GTD – Getting Things Done

O GTD, ou Getting Things Done – fazendo as coisas acontecerem, em tradução livre – Uma metodologia de gerenciamento de tempo que visa a produtividade e que foi colocada na forma de um livro por David Allen.  Ela consiste em uma fórmula que é antiestresse e que ensina a estabelecer prioridades e também a entregar soluções dentro do prazo estabelecido.

Segundo Allen, a preocupação constante e improdutiva com todas as coisas que temos que fazer todos os dias é o maior consumidor individual de tempo e energia. E é exatamente por isso que ele ensina a ir na contramão disso e aproveitar o seu tempo de maneira completa e produtiva.

Entre as técnicas que fazem parte do método GTD está colocar tudo para fora, ou seja, tirar tudo o que você precisa fazer da sua cabeça e colocar em um papel aquilo que precisa ser feito. Vinda da hipótese de que os pensamentos frequentes sobre o que precisamos fazer são aquilo que trazem o sentimento de estresse, colocar tudo o que estamos pensando para fora é não só uma maneira de se organizar, como também uma forma de evitar o estresse.

Não importa se são as suas tarefas profissionais, da faculdade ou mesmo pessoais, pegue um papel, uma nota no celular ou mesmo o computador e escreva ali tudo o que você precisa fazer. Automaticamente você vai se sentir melhor.

Outra técnica dentro do GTD é se perguntar se algumas das atividades que você marcou em seu papel não são simples e rápidas de serem realizadas. Segundo Allen, tudo o que você anotou e que não leva mais de dois minutos deve ser feito na hora. Ou seja, precisa ligar para alguém? Ligue na hora.

Precisa pagar uma conta online? Pague na hora. Automaticamente você vai diminuir drasticamente o tamanho da sua lista de afazeres apenas eliminando as tarefas mais simples e rápidas.

Além disso, é preciso também classificar as suas tarefas. Caso elas não sejam ações rápidas, elas podem ser delegadas, agendadas ou inseridas em um projeto.

O GTD se divide em cinco grandes grupos: coleta de informações, processamento, organização das coisas, revisão e execução do trabalho semanal.  Para saber ainda mais sobre o GTD, o site da Call Daniel disponibiliza o link do e-book de introdução ao GTD em português.

 

Read More
536317_nebo_oblaka_vozduh_goluboy_vyisota_2400x1600_(www.GdeFon.ru)

Desabafo

Quero desabafar algo aqui…

Não sei o que está acontecendo com o nosso mercado digital. Mas parece que cada dia as pessoas se desesperam pra “gerar mais resultados” e começam a passar por cima uma das outras.

Exatamente como já aconteceu algumas vezes em shows de celebridades, você talvez lembre disso.

São capazes de pisotear até a morte outros seres humanos com gana incontrolável de, incoerentemente, se posicionarem bem e assim estarem mais perto de outro ser humano.

Faz sentido isso?

Será que não há limites?

Sentei outro dia numa roda e ouvi algumas vezes a ideia de “engolir o mercado”…

Mas não só ideias, quais as estratégias pra alcançar isso…

Ok, eu entendo a importância das estratégias para um negócio até sobreviver. Mas será que o objetivo final é de fato “engolir o mercado”?

Será que isso é necessário pra você criar um negócio excelente e ser feliz?

Será que você precisa mesmo “passar o trator na concorrência”?

Será que é isso que vai te trazer a liberdade tanto sonhada?

Não sei se alguns desses pensamentos já passaram por sua cabeça, pela minha já. Independente, te convido a avaliar e pensar se de fato vale a pena corroer seu interior com eles.

E olha, eu sou um cara extremamente competitivo, não me leve a mal… mas ver situações claras onde um passa por cima do outro, sem ética, sem medidas e sem coração, não dá…

E pior, ganhando autoridade em cima de valores errados.

Clemência do alto, pois precisamos.

Um abraço do Dan

Por Dan Cortazio / Adireto